Coração

Perdas

image

Sou teimosa. Não desisto facilmente das minhas pessoas. Isto porque, se fazem parte do meu Mundo de Afectos, é porque estão dentro do meu coração. É porque preciso delas. É porque me preocupo com elas. E custa muito verificar que há pessoas que se  transformam de “laranja doce em limão amargo”. Esta transformação não é benéfica e nem sempre as pessoas se apercebem disso. No caso em questão, trata se de uma pessoa que teve uma importância enorme na minha vida e me deu muita coisa boa. De alguém que entrou nela de forma inesperada e está a sair da pior forma possível.
Não gosto de ser saco de pancada.
Não gosto que me falem de forma agressiva.
Não gosto que me ignorem.
Não gosto que me magoem sem pensar duas vezes.
E não gosto da falta de um “desculpa” após isto tudo.
Por muito que goste, cansei. E, para mim, naquele mesmo dia perdi duas pessoas. Agora é pensar com ternura na primeira e desejar que a segunda consiga ter força para se encontrar e deixar a amargura em que vive agora. Eu quero ser feliz com quem me quer e me trata bem. Sempre o ouvi dizer mas também sempre tive dificuldade em pôr travão em quem não o fazia.Há muito pouco tempo a esta parte que a “Alicinha cor de rosa” consegue dizer “chega”. O importante é ter conseguido uma primeira vez. E continuar a ter força para o fazer e me proteger. Com tristeza à mistura… mas isso é ser eu.

Anúncios
Coração

Quase despedidas

image

Hoje acordei, depois de uma noite cheia de sonhos, a querer com todas as minhas forças despedir-me da minha tia. Dar-lhe um beijo e dizer o que me ia no coração. Não era um dia fácil a nível de trabalho mas graças a colegas fantásticas (obrigada, S. e M.), consegui ir com as minhas manas. Aconteceu o impensável. Devido a uma confusão de horas, chegamos à capela e a sala estava vazia. Ficou na minha memória o chão vazio e acabado de lavar. Chegamos tarde demais. Não consegui dar lhe o beijo que tanto queria. As minhas tias prometeram dar-lho por mim. Sei que o fizeram e sei que a minha tia sabe que estive lá sem estar. Ir até à aldeia, onde foi o funeral, era impossível. Sinto-me vazia. Como aquela sala. Numa quase despedida. Que me parece, hoje mais do que nunca, pior que uma despedida. :( <3

Coração

A minha Tia Alice

image

Eu não sou a primeira tia Alice. Antes de mim houve uma Avó Alice (mãe do meu pai), uma madrinha Alice e uma tia Alice (tia-avó do meu pai). Está a ver-se onde fui buscar o meu nome. A minha tia Alice ficou comigo a seu cargo quando os meus pais emigraram para o Zaire, actual Congo. Morei com ela, em Coimbra, dos meus dez aos quinze anos, altura em que me mudei para o Porto. Foram cinco anos a viver a duas.

Lembro-me do seu medo à trovoada, o que a fazia colocar-nos às duas (fosse Verão e Inverno), debaixo de um cobertor de lã. Lembro-me de vermos o telejornal juntas. Lembro-me de que era muito bonita e que se arranjava toda para sair de casa. Comprava o Jornal “O Diabo” todas as semanas. E dela só tenho boas memórias daqueles anos de adolescência.

Tenho pena da vida nos ter separado. Viu me casar. Visitei-a em Coimbra algumas vezes. Ligava-lhe todos os Natais e dias de aniversário durante uns anos. Depois acabei por deixar de  o fazer. Sem motivo. Porque a vida às vezes nos afasta de quem, durante uns anos, foi o nosso pilar. Desculpa, tia. Tu sabes que do meu coração nunca saiste.

Morreu no dia de hoje. Segundo as minhas  contas, com mais de noventa anos. Vou continuar a pensar em ti, como sempre o fazia. Como a MINHA tia Alice. <3

Descansa em paz.

Coração

Mau dia

image

É muito raro acordar mal. Hoje foi um desses dias. Não que me tenha custado a acordar mas a chuva intensa, o vento forte e o cinza quase preto do céu quando saí de casa, afectaram um espírito que já não estava bem. Ontem tive momentos muito felizes em família. Os sobrinhos adoçam qualquer festa e a habitual caça ao tesouro (ovos), as ofertas dos ramos com abraços intermináveis, os sorrisos de quem amo … fizeram com que fosse um bom dia de Páscoa. O que não quer dizer que, como tudo na vida, tivesse sido perfeito. E pela primeira vez em muito tempo, enervei-me. Fiquei com o coração aos pulos. Cheguei a casa pensativa e calada. Hoje acordei na mesma onda. E piorou. Eu não aprendo. Continuo a acreditar nas pessoas. A não desistir delas. E a continuar a ficar triste. Um dia mau, o dia de hoje. :( Amanhã será melhor. <3  

Curiosidades

Corte de cabelo

image

E ontem foi, finalmente, dia de refazer madeixas e cortar o cabelo. O finalmente é porque a ideal inicial começou antes da minha aventura africana. Fui adiando e só ontem, sexta feira santa, é que consegui. Durante o caminho até lá ia magicando na vontade de mudar de penteado. Desde Setembro de 2014 que tinha o cabelo todo do mesmo tamanho. Na altura gostei da novidade mas já estava cheia. O eterno problema é podermos ter arrependimentos depois. Falei com o meu cabeleireiro, o P., que me disse ter uma ideia que eu ia adorar mas que implicava cortar bastante e escadear/escalar. Como o cabelo estava enorme, hesitei mas depois decidi-me. Vamos lá. Se não gostar, ele cresce. E o P. tinha razão. Adorei. Está a um terço do que estava mas muito giro. E com a vantagem de não demorar horas a secar. ;) Feito. :)

Arte, Coração, Curiosidades, Sobrinhos

Desenhos

image

Tinha muitos desenhos das minhas crianças no meu frigorífico. Já ocupavam a frente e os lados. Então resolvi pegar neles, comprar molduras tamanho A4 e fazer quadros dos meus pequenos “Picassos”. Ainda não estão completos nem pendurados. Alguns porque o tamanho do desenho não é um A4 e isso requer pesquisa de tamanho diferente de moldura. Estou ansiosa por ter tudo pronto e pendurar as “obras primas” coloridas nas paredes de minha casa.
Estou a adorar a ideia! <3