A minha Tia Alice

image

Eu não sou a primeira tia Alice. Antes de mim houve uma Avó Alice (mãe do meu pai), uma madrinha Alice e uma tia Alice (tia-avó do meu pai). Está a ver-se onde fui buscar o meu nome. A minha tia Alice ficou comigo a seu cargo quando os meus pais emigraram para o Zaire, actual Congo. Morei com ela, em Coimbra, dos meus dez aos quinze anos, altura em que me mudei para o Porto. Foram cinco anos a viver a duas.

Lembro-me do seu medo à trovoada, o que a fazia colocar-nos às duas (fosse Verão e Inverno), debaixo de um cobertor de lã. Lembro-me de vermos o telejornal juntas. Lembro-me de que era muito bonita e que se arranjava toda para sair de casa. Comprava o Jornal “O Diabo” todas as semanas. E dela só tenho boas memórias daqueles anos de adolescência.

Tenho pena da vida nos ter separado. Viu me casar. Visitei-a em Coimbra algumas vezes. Ligava-lhe todos os Natais e dias de aniversário durante uns anos. Depois acabei por deixar de  o fazer. Sem motivo. Porque a vida às vezes nos afasta de quem, durante uns anos, foi o nosso pilar. Desculpa, tia. Tu sabes que do meu coração nunca saiste.

Morreu no dia de hoje. Segundo as minhas  contas, com mais de noventa anos. Vou continuar a pensar em ti, como sempre o fazia. Como a MINHA tia Alice. <3

Descansa em paz.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Facebook

Março 2016
M T W T F S S
« Fev   Abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
%d bloggers like this: