Amor, Coração, Viagens

Destino: Amor

image

E é assim que parto. Com uma mão aberta cheia de amor para dar. A quem me espera no destino e a quem regressarei após a viagem. É a primeira vez que viajo sozinha, com pernoita numa cidade europeia, e doze horas de avião pela frente. Estou com um frio no estômago mas segura do que faço. Amanhã vou ter nos meus braços o mais “recente” dos meus amores pequeninos. E como isso me faz feliz! Vou voar para sentir ao vivo o amor que já sinto nas tentativas de dizer o meu nome e nos beijinhos sonoros que me envia pelo telefone. M., meu anjo, estou a caminho. A Li está prestes a viajar para te conhecer, mimar, brincar e tudo e tudo. Vou estar dez dias longe deste meu cantinho. Noutro cantinho em forma de coração puro e doce, onde vou fazer questão de aproveitar todos os minutos. Até lá, fiquem bem, gente do meu Mundo de Afectos. Amo todos com todas as minhas forças. E como escrevi aqui há dias, o meu coração estica. <3

Anúncios
Coração

Quatro anos

image

Há quatro anos. Acidente neurológico. Um dos dias em que, na minha vida, perdi o chão. Sinto a felicidade de ter resistido e estar hoje aqui. O dia vai ficar marcado para sempre. Pelo que vivi. Pelo que senti. Pelo sinal de “stop”  para abrandar, relativizar problemas e não absorver tudo o que acontece. Contínuo, passado quatro anos, em processo de aprendizagem nesse campo. Creio que, estou melhor, mas há trabalho a fazer. Quatro anos. O tempo voa.

Amor, Coração

Viajar

image

Adoro a menina. Adoro o carro. Adoro os tons da foto. E adoro a frase. Vou viajar dentro de pouco tempo. Estou dependente de burocracias chatas (como o são todas as burocracias), mas que me estão a adiar a minha tão desejada entrada dentro de um avião. Rumo ao meu continente favorito. Rumo ao amor.

Coração, Curiosidades, Sobrinhos

Namoro

image

A minha sobrinha S. disse aos pais na sexta feira que tinha um namorado. Da turma dela do segundo ano. Ontem ao jantar perguntei-lhe, depois de ela me ter ido buscar a foto da turma para me mostrar o G., como tinha sido o pedido. Se tinha sido com um papel. “Não”, disse ela. “Oralmente”. “Ele chegou à minha beira e perguntou se eu queria ser namorada dele”. ” Eu respondi logo que sim”.
Simples. :)
“Amor” aos sete anos de idade. :) <3