África Minha: Pai

image

O meu pai viveu longe de mim durante 22 anos da minha existência de 45. Viveu e vive em África há todo esse tempo. Foi, juntamente com a minha mãe e manas, para lá tinha eu dez anos. Foi uma opção que eles tomaram e eu respeito. Quiseram que eu ficasse por causa da escola. Obviamente que ninguém se conhece a fundo com chamadas curtas e férias de Verão. Voltou para o Congo há doze anos. E, de há seis meses para cá, eu descobri e “ganhei” um pai. A aproximação mostrou que, efectivamente, as pessoas podem ser surpresas fantásticas. Há momentos que as/nos transformam. Há pessoas que nos conseguem fazer apaziguar com o Mundo. E sorrisos gigantes de bebé que nos adoçam. A semana que passei na “minha” casa africana provou-me isso. Sinto-me amada pelo meu pai. Sinto-me próxima dele. Como nunca estive. Converso, brinco, rio, choro de emoção e mimo. E ele igual. E o que sei é que isso me traz uma paz e uma felicidade sem fim. Nunca é tarde para nada. Nunca. <3

Amo-te, pai!
Beijinho para ti, na África que é nossa!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Facebook

Março 2016
M T W T F S S
« Fev   Abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
%d bloggers like this: