Coração

Pó de Fada

image

Que todos os desejos, meus e vossos, se concretizem. Com pó de fada. Com magia. Com amizade. Com carinho. Com abraços. Com amor. Com tudo aquilo de que precisamos para sermos felizes. ♡ Bom 2014! ♡

Anúncios
Coração, Curiosidades

Caos

image

Desde o dia 14  deste mês que o shopping está a abarrotar de gente. Pensei que, após o Natal,  isto fosse acalmar. No dia 26 ainda estava mais gente que no pré-Natal. “Trocas” pensei para mim. Pois. Ou andam em trocas até hoje ou não entendo. O barulho dentro do centro comercial é insurdecedor. De porta aberta, mal consigo ouvir clientes e fornecedores ao telefone. Dizer que estou cansada é pouco. Estou esgotada. :(

A vontade de festejar a passagem de ano é pouca. O maridão, a minha framily e os meus sobrinhos merecem que me arraste até casa dos meus amigos Q. e S. Quanto tempo vou aguentar até aterrar numa cama não sei. :)

Coração

Erros

image

Erros. Todos os cometemos. Erramos sem querer. Erramos com alguma consciência do que estamos a fazer. Erramos com os outros. Erramos connosco próprios. Estes talvez sejam com os quais custe mais a lidar.

Sempre pedi desculpa com  facilidade quando tive necessidade. Não sou daquelas pessoas que pedir desculpa equivale a tirar um dente do siso. Quando magoamos alguém pedimos desculpa. Simples. Claro que também é verdade que convém evitar ter que pedir desculpas, mas o mundo não é cor de rosa. Tem outras tonalidades de cor. Mais escuras.

No campo pessoal, assumo o que sinto e faço. Já tive conversas difíceis. Com o coração do tamanho de uma ervilha. Acabei sempre por perceber que foi o melhor. Para mim. Para as outras pessoas. Ninguém melhor do que nós próprios para explicar o que sentimos. O porquê de termos agido de uma ou outra forma. Porque fomos nós que o vivemos. Cabe a nós, e a mais ninguém, falar e justificar (se for o caso) alguma atitude. Ou, pura e simplesmente,  desabafar. Deitar para fora para não “intoxicar” o interior.

No campo do trabalho sempre fui linear. Comecei a trabalhar, ainda em fase de estágio na altura, aos dezoito anos. Tenho 43. Sem excepção, até ao dia de hoje, nunca escondi nada dos meus superiores. Acredito na máxima do “só não se engana quem não trabalha”. E sempre fui a primeira a pegar no telefone ou a dirigir-me a quem de direito para assumir um erro ou engano, e procurar uma solução. Sempre disse o mesmo a todas as equipas que liderei. Tudo se resolve. Com honestidade. Sem varrer o problema por baixo do tapete. Ele acaba por aparecer. E depois, acreditem, é bem pior.

Comigo não dá para virem exagerar histórias. Por um motivo muito simples. A pessoa em questão já o sabe antes de lho virem contar.

Inventar histórias podem. Mas também há uma velha máxima que diz que a verdade vem sempre acima. Mais tarde ou mais cedo. Não vou negar que choro. Que me sinto injustiçada quando inventam histórias sobre mim. Quando põem palavras que não proferi na minha boca. Doi para caraças. Mas depois acalmo e penso “deixa andar”.  Um dia tudo se sabe. E quem não deve não teme. :) ♡

Coração

Sim

image

Era uma prenda que eu gostaria de ter podido oferecer a toda a gente.

“Sim, estou bem disposta.”
“Sim, eu ajudo.”
“Sim, eu estou bem.”
“Sim, eu quero estar contigo.”
“Sim, vamos fazer esse mimo.”
“Sim, vamos sorrir mais.”
“Sim, vamos ser mais positivos.”
“Sim, vamos brincar no chão do quarto dos brinquedos. ”
“Sim, vamos dar as mãos e passear por castelos. ”
“Sim, vamos ser felizes.”

Mais um dia. E mais um. E mais um…

Sim? :)