Deixa chover

image

Hoje, mais uma vez, chorei à frente de um médico. Deixei que as lágrimas caíssem sem as conseguir conter. De há uns meses para cá mais um problema de saúde. Atípico como tudo o que me aparece. E não há como não desabar. Eu tento pensar na minha fabulosa família, framily e amigos. Penso nos meus sobrinhos que não param de aumentar, para minha grande alegria. Penso que tenho emprego. Penso que, apesar de todas as maleitas, estou aqui. Mas há o mas… o mas de estar farta de problemas de saúde desde 13/11/14. O mas de tudo parecer avariar ao mesmo tempo e da batelada de dinheiro que isso acarreta. O mas de perder a única chave do carro e gastar outra batelada de dinheiro a fazer novas chaves. Toda a gente perde chaves. Toda a gente tem problemas com canos e máquinas. Neste momento, cada problema que acontece… eu vejo como uma lupa. Bem maior do que ele é.

Em 2015 muita pouca coisa correu bem. O nascimento dos meus dois bebés. Quinze dias de férias que foram um oásis no meio do deserto. Em mais um Natal framiliar, um anúncio de gravidez que me deixou de olhos marejados de emoção. Estava há muito a torcer e vem aí um sobrinho bebé muito desejado e que vou amar com tudo o que tenho. E nos momentos felizes com quem amo, nas alturas em que eu consegui estar. Acima de qualquer coisa, quero saúde. Quero sentir as minhas forças restabelecidas. Quero ter o meu Mundo de Afectos feliz. Quero ser feliz. Estou muito cansada de me sentir frágil e tenho que deixar para trás tudo e todos que não me fazem bem. Por muito que o tente não fazer, o coração vence sempre a razão. Não pode. Tenho que pensar em mim. No que preciso. No que quero. No que mereço. Eu. A única de quem eu normalmente me esqueço.

Imagem

Pink

image

Imagem

Feliz Natal

image

E é com um desenho do meu sobrinho M., de cinco anos, que desejo a todos um Natal cheio de Amor, Alegria e Saúde. <3

Explicação da obra prima do mru pimpolho: o Pai Natal e a rena no telhado e, no interior da casa, a Árvore de Natal e a Tia Alice com o Tio Zé. Amei! :-) <3

Jantar & Abraços

image

Ontem tive o jantar da empresa, em Lisboa. O ano passado não pude ir. Este ano fiz questão de estar. Porque gosto de fazer “parte desta equipa” há quase treze anos. E porque gosto de encontrar pessoas/amigos que eu adoro e que acabo por só encontrar nestas ocasiões. Ontem éramos quase 250 pessoas. Muita gente. Muita conversa. Muita gargalhada.
E muitos abraços. Houve três que me marcaram. Um da minha querida D., a quem eu ajudei sem sequer o saber, e que eu admiro e gosto tanto. O abraço foi mágico e longo. Vimo-nos ontem pela primeira vez. Conhecemo-nos há tanto! Outro da minha I., uma das amigas que ficou para sempre depois da educional mais fantástica que tive. Floripa Forever. Mesmo. Foram dois abraços tão apertados, intercalados por um olhar que tudo disse. Saudades puras. Aquele abraço, minha querida, trouxe uma calma ao meu coração. Algo que não se explica mas que se sente. <3 E o terceiro foi com o meu M. Não nos largamos durante um quarto de hora. :-) É tão bom rever amigos e sentir que, apesar da distância, os sentimentos continuam tão fortes como sempre foram. Depois houve abraços mais rápidos por causa de amigas atarefadas com a organização do jantar. Adorei ir. É verdade que fazer quatro horas de autocarro para Lisboa, jantar, e regressar de madrugada para mais quatro horas de caminho… é cansativo. Mas valeu cada quilómetro. Por todo o carinho que recebi e dei. Por estar a jantar com (quase) toda a minha equipa. Pessoas de coração gigante e com quem é um prazer trabalhar. Foi, portanto, uma noite feliz. Estou de coração cheio. <3

Eu

image

E é isto…

Facebook

Dezembro 2015
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031