John Bates

image

Eu sou um bocadinho –  ou muito – como a Ann, da série Downton Abbey, e reajo como ela com o marido. Faço, sempre que consigo, de peso positivo aos “Mr Bates” femininos e masculinos da minha vida. :-) Sou o copo cheio. Por Natureza. Fico feliz quando arranco sorrisos e alimento esperanças. Esta semana acho que consegui isso com duas das pessoas mais importantes da minha vida. Tentei muito. <3

E é essa mesma esperança que estou a tentar arrancar de mim hoje.

"Vai passar", "vai passar", "vai passar", penso repetidamente. Acredita, Alice. Por muito que a situação, para já, ainda pareça tão igual à passada terça feira. <3

Anúncios

Trio

image

image

image

Fiz, sempre com massas compradas e já feitas, várias vezes os rolinhos de salsicha. São óptimos para os lanches, as minhas crianças adoram e também ficam muito bem como entrada numa refeição. Não tentei fazer a coroa bonita da primeira foto mas vou tentar.

A trança e os croissants vou experimentar. :-)

Histórias

image

Existem histórias de amor de poucos capítulos. Outras que são livros imensos. Nenhum deles significa que sejam mais ou menos cheios de AMOR. A vida ensina-nos com todas as experiências que vivemos. A mim, e não sou seguramente diferente de ninguém, mostrou o que é o AMOR baseado num grande alicerce de amizade; o que é o AMOR na fase da paixão e das borboletas na barriga; o que é o AMOR que nos parece completar tudo o que sonhamos; o AMOR que, se calhar, acaba por passar por todas estas fases ou ser tido um pouco de tudo isto. Alguns acabam de forma mais agitada e dolorosa. Outros de forma pacífica. Acredito que se ame tanto que se “deixe” o outro ir. Se, assim, a pessoa ficar mais feliz. Isso é AMOR. Assim como acredito que se consiga voltar a reacender sentimentos e a conquistar quem, por momentos ou fases, se distanciam. O AMOR entre duas pessoas nunca será um assunto a branco ou preto. Como no titulo dos livros do momento – que não li – há muito cinzento. Sei que gosto de amar quem amo. Sei que gosto de mimar quem amo. Sei que todas as minhas histórias de amor foram cheias disto mesmo: AMOR. Tivessem elas sido “contos” ou “romances épicos”. <3

Tarte de Nata

image

Uma dica para quem quiser levar uma sobremesa para um jantar de amigos. Eu adorooooooo esta tarte de nata do Continente. Tem que se deixar descongelar uma hora e… voilá… pronta a comer. Eu que não sou muito de fazer bolos nem sobremesas, já resolvi alguns jantares assim. :-)

Peixe balão

image

E é oficial. Estou assim.  Um autêntico peixe balão.  Inchada por todo o lado.  A minha “amiga” cortisona tem destas coisas. Até quando já quem te ama no mundo consegue desmentir,  é porque é verdade.  Pior. Estou mistura de peixe balão com sapo. Com uma Barbra digna de um Rei Sapo. :) Consegue por – me a respirar. Pouco mas põe.  Há sempre um lado positivo em tudo.  ☺

Meninos

image

E dos meus dois sobrinhos de 2015, um é rapaz. Confirmado, sem dúvidas, ao fim das dezanove semanas de gestação. De nome já definido, que os pais não são de grandes dúvidas. Está previsto para 15 de Julho. A crescer a olhos vistos. Claro que as chupetas – consegui ser a primeira – são para o baby R.

O segundo… também deve ser menino. Este ainda sem certezas dadas só as 14 semaninhas de gestação. No entanto, já dois médicos disseram que parecia ser um “pilinhas”. Dois meninos de idades próximas para brincar ia ser muito bom. Tenho dois sobrinhos de 4 anos, com quinze dias de diferença de idade, e que são os melhores amigos do Mundo. Estes também irão ser. :-)

A confirmarem-se os dois meninos, o azul vai reinar nas compras da tia babada. Que já comprou, no entanto, um  babygrow todo colorido para o que ainda não temos a certeza do sexo. :-) Achei lindo e adoro ver a minha sobrinhada de cores garridas. <3

A pensar nos meus bebés.

image

Casa

image

E recaída confirmada. Um fim de semana não foi suficiente para recuperar, e ontem tive que ir de urgência para o hospital. O habitual. Raio x. Análises ao sangue. Nebulização. Infecção respiratória. Para além da cortisona, antibiótico e xarope juntaram-se ao role de medicamentos a tomar. São quinze agora. A bater recordes, que não gostaria de bater. :(

De molho até segunda. Em casa de novo. Bicho difícil de matar este. :(

Sem Ar

image

Às vezes custa … :( … tanto.

Costoletas com Laranja e Cebola

image

Vi esta receita numa página de receitas no Facebook. Era um assado de vegetais, com funcho, gomos de laranja e cebola roxa. Na ausência de alguns dos elementos, dei a sugestão ao “cozinheiro/enfermeiro” de serviço – :-) – para assar as costeletas de porco com a laranja e cebola.

Então coloca-se azeite no fundo de um tabuleiro, colocam-se gomos de cebola e de laranja – de preferência mais finos – a carne que pode ser ao gosto de cada um, sal e sumo de 3/4 de uma laranja. Por cima um fio de azeite e… forno.

Ficou delicioso. :-)

Felicidade

image

De uma das minhas sérias prediletas.
:-) Gostei da frase. <3

Shintaro Ohata

image

image

image

E depois encontramos artistas como este, que nos deixam maravilhados com a beleza que a Humanidade consegue criar.

Amei. <3

Eu

image

Todos os dias. Só que são 5 minutos três vezes. :-) Quinze minutos de choco antes de levantar e enfrentar o dia de sorriso grande. :-)

Modelo

image

image

A actriz nigeriana Lupita até pode ter ganho um Oscar pelo seu papel de escrava no filme “12 anos escravo”, mas acho que o Mundo da Moda ganhou uma modelo. Linda. Elegante. Fica fabulosa com cores fortes, como amarelo ou o vermelho das fotos. A cor de pele linda dela funciona tão bem com este tipo de cores. Adoro as fotos  dela. Não resisto a partilhar mais duas. :-)

Sorrisos

image

Achei linda a frase. <3

E quero mesmo.

Cuidar

image

Eu sou honesta. Se fosse comigo, acho que já me tinha posto a mim mesmo as malas à porta. Felizmente o maridão não faz. Sempre fui mocinha de saúde frágil. É um facto. Eu digo sempre que foi de ter nascido com o fantástico peso de um quilo. E de sete meses e meio. Felizmente tenho duas manas lindas e saudáveis. Tudo o é doença acabada em “ite” eu tive. Com doenças crónicas como a hipertensão e o síndrome vertiginoso, eu lido bem. Da primeira um comprimidos diário e ela mantém-se nos níveis normais. Da segunda, comprimido nas duas crises que já tive e já está. Assunto resolvido.

A asma e a bronquite crónicas têm sido mais difíceis de lidar. Duas pneumonias em quatro anos e diversas crises, tratadas em casa e sem necessidade de ter que faltar ou parar o dia a dia. Hoje fui – de novo – à urgência do hospital e estou – de novo – com uma infecção respiratória. Já com febre. Cortisona de novo. Vinte comprimidos. Ou seja, quarenta em menos de mês e meio. Hoje de manhã, na agência, desabei. Conheço os sintomas e sabia o que ia ouvir no hospital. Tinha razão. Chorei de desespero e farta de tanta crise respiratória. Desta vez, felizmente,   sem sinais de pneumonia e, portanto, o fim de semana vai ser o suficiente para regressar ao trabalho na segunda. :-)

Um gigante OBRIGADA a quem trata de mim, me faz as refeições, me traz os comprimidos, me faz compressas de água fria para e febre… and so on… o meu maridão. Obrigada, loves, pela paciência. Eu sei que o casamento é “na saúde e na doença”, mas não é fácil para ti. Beijinho para o “enfermeiro” mais fofo do Mundo! :-)

Amor

image

E é com muito amor que desejo a todos uma noite bem descansada e cheia de sonhos cor-de-rosa e azuis. :-) Ou da cor que mais gostarem. :-)

Anjo

image

Um anjo no céu.

Para o M. <3

Sorte

image

Há três anos. Hospital de São João. “Teve um AVC”. O Mundo parou. E veio a reacção. Enfrentar. Segurar a mão do maridão que ficou “sem chão”. Avisar a framily. Internamento. Felizmente foi um AIT – acidente isquémico transitório – sem sequelas a não ser a nível da memória. Saí ao fim de cinco dias. Por coincidência numa terça feira de Carnaval. Tive sorte. Aprendi que tenho que parar quando o corpo manda. Recebi a maior demonstração de amor de todo o meu Mundo de Afectos. E, depois de uma baixa de quatro meses, regressei ao trabalho. Faz hoje três anos. Uma data que nunca irei esquecer. <3

Triste

image

Há anos que tento seguir estas regras. Desde que as li pela primeira vez, achei que fazem todo o sentido. Concordo essencialmente com as duas últimas.

Isto porque a primeira eu faço questão de cumprir. Estando ou não feliz, e prometendo algo, faço-o. Mesmo que as circunstâncias mudem. Trata-se de uma questão de fazermos o que está correcto e, mais importante ainda, fazer feliz alguém vale sempre (tanto) a pena.

A segunda custou-me um pouco mais a fazer com regularidade. Não sou pessoa de me irritar com facilidade mas quando acontece, sai de baixo. Vai tudo à frente. E, por vezes, mais vale o silêncio. Contar até vinte, cinquenta ou cem… e não responder. E disciplinei-me. Consigo fazê-lo com bem mais frequência. E creio ser um bom conselho. A continuar a treinar e a colocar em prática.

O terceiro ponto. Não decidir quando se está triste. Das três “regras” a que faz mais sentido. Há mais de uma década atrás, despedi-me da empresa onde trabalhava por estar com uma grande depressão. Hoje sei que deveria ter tratado a tristeza profunda em que me encontrava, antes de tomar qualquer tipo de decisão. Tratei-a seis meses  depois e, felizmente, após estar bem e equilibrada, fui contratada para uma empresa onde adoro trabalhar. Já lá vão 12 anos. De qualquer das formas, foi uma lição que aprendi. Não tomar decisões quando não estamos em condições de as tomar.

Hoje foi um dia difícil. Dia em que chorei de tristeza. Chorei muito. E consegui ter o discernimento para verbalizar o que me tinha magoado. Sem colocar nada em causa. Sem decisões precipitadas. Com muita calma e ponderação. Acho que estou a crescer. Isto de estar quase nos 45 anos deve estar a ter algum efeito. :)

E, sim, estou tranquilamente no meu sofá a “digerir” o que se passou. Escrever ajuda-me muito. Sempre que algo abala o nosso equilíbrio,  deveríamos tentar parar. Pensar. E voltar a uma paz interior que, por vezes, nos foge. Nem sempre o conseguimos. <3

Hoje consegui.

Super heróis

image

O “bicho mau” que aparece aos meninos e meninas e que devia ser sempre vencido.

Previous Older Entries

Facebook

Fevereiro 2015
S T Q Q S S D
« Jan   Mar »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728