Curiosidades, Não gosto de

Histerismo

Histerismo puro. Para além do meu telemóvel quando desata a apitar por ser afastado do meu SmartWatch, há mais. O carro. Pode já estar parado que, sem cinto de segurança, desata a apitar que nem doido. Eu nunca ando sem cinto. Escusa de ser tão sensível. Por alma da Santa. Hoje, ao sair do carro, só porque estava a colocar o capuz na cabeça fez uma cena. Menos. Está a chover e eu não consigo andar de guarda chuva e canadiana. Acho que tenho que lhe explicar melhor. E por último, o Multibanco da loja. No segundo em que o papel sai, e ainda nós não tivemos tempo de tirar o cartão, e já ele grita a plenos “pulmões”. Por favor, amiguinhos, menos stress electrónico por favor. Eu ando muito zen. 😊

Anúncios
Coração, Não gosto de

Faringite

image

E depois de dois dias a apanhar muito frio, lá veio uma faringite visitar-me. :( Coitadinha da minha V., que no trabalho, me teve  estranhamente calada. Não consigo falar de tantas dores que sinto, mas o senhor doutor simpático do hospital já me medicou. Agora é esperar para passar… e voltar a tagarelar. :)

Não gosto de

Não gosto de… joalheria com pedras

Lembro-me de, em 2009, numa viagem em que acompanhei um grupo à Turquia termos ido a uma loja que vendia joalheria com pedras preciosas e semi preciosas. Um dos empregados, a certa altura, perguntou-me qual era a minha pedra preferida. Com o meu melhor sorriso, respondi “nenhuma”. E não foi para o despachar. É porque é a mais pura verdade. Até gosto de as ver como na foto. Isoladamente. E de reconhecer a sua beleza. Usá-las em mim em jóias ainda não vi nenhuma que me convencesse. Abomino os anéis com uma pedra só, que antes se usavam muito como anéis de noivado. Eu cá sou mais de prata e de preferência sem grandes “rocócós”. Definitivamente, não concordo com a Marilyn Monroe e o seu “diamonds are the girl´s best friend”. :)

Não gosto de

Não gosto de… caimbras

Eu sei. Ninguém gosta. Há muita gente que tem nas pernas. O meu maridão acorda aos berros e eu já sei as tácticas todas para ajudar a colocar o músculo no sítio. Nunca tive a não ser nos pés e nos dedos dos pés. Da primeira vez assustei-me valentemente. Levanto-me para ir da mesa para o sofá e, de repente, um dos dedos dos pés fica completamente esticado. Com isto, uma dor forte no pé. Toquei no dedo e parecia que tinha todos os ossos fora do sítio. Horroroso. Passou passado uns quinze minutos, após estar a pressionar o dedo na posição inversa. Esta semana voltou a acontecer. Desta vez com dois dedos do mesmo pé. Cruzes. Sei que passa mas que é chato é. Agora faço alongamentos aos pés antes de ir dormir. Até sabe bem. Relaxa e, segundo li na internet, pode ajudar. Vamos ver. :)