Vida

image

Estou numa fase da minha vida que está a ser tudo menos fácil. Por motivos que me ultrapassam. Por outros que são consequência de escolhas minhas. É verdade que, todos os dias nos deparamos com escolhas. Umas simples e corriqueiras e outras bem mais complicadas. Cada uma dessas escolhas define o presente e acaba por ser a linha condutora para o NOSSO futuro. E o meu está, neste momento, cheio de caminhos e eu estou parada. Á frente deles. E eu não sou de estar parada. Acho que ainda não consegui dizer “é por aqui ou por ali” porque me sinto frágil. Depois de um ano emocionalmente esgotante, estou cansada de ter dores constantes. Seja por causa dos olhos ou da bexiga. Da coluna ou da asma. Isto fragiliza qualquer um. E quando digo que sou forte e que aguento, quero acreditar que assim é. Eu sou a menina que, com quinze anos, enfrentava adultos que atiravam televisões pelo ar. Ela continua aqui. Nunca virei as costas a uma luta. Nunca virei as costas à verdade. Por mais difíceis que uma e outra sejam. E vivo, ou vivi – não tenho bem a certeza do tempo verbal – uma vida diferente do normal. Do convencional. Do politicamente correcto. Não me senti uma extra terrestre ao fazê-lo. Senti-me eu. Em paz. É atrás desse “eu” que eu ando à procura. ♥

“It’s ok to live a life others do not understand.”

Is it? ♥♥♥♥

Anúncios

1 Comentário (+add yours?)

  1. Carla Sousa
    Dez 02, 2014 @ 14:26:19

    Minha amiga linda…
    Tudo nos é permitido sentir, mesmo que (os tais outros) não percebam, aceitem ou acreditem. Se sentimos, é nosso! Ponto! Porque cada um vive os sentimentos, as emoções, os afectos, as atitudes (que têm consigo ou com os outros) à sua maneira. Não te penalizes por isso. Nunca! <3

    Esse 'eu', de que falas, está aí, mas precisou de descanso, porque, como todos os guerreiros, há um tempo para parar e reunir forças. Ninguém consegue estar sempre alerta, atenta! Porque todos erramos, todos tomamos decisões pouco ou nada acertadas, todos temos (ou deveríamos ter) momentos de introspecção e de nos ouvirmos.
    Estás numa fase dolorosa, mas esse olhar para dentro de ti, essa análise que estás a fazer dar-te-á em breve as respostas que tanto buscas. Felizes aqueles que se conseguem ouvir!

    Beijinhos, meu amor!
    LY <3

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Facebook

Dezembro 2014
S T Q Q S S D
« Nov   Jan »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
%d bloggers like this: