Cinema

“Discurso do Rei”

Fui ver o filme hoje. Gostei muito. É comovente ver a luta de um homem contra a sua gaguez e a força de que necessita para vencer os seus “montros infantis”. Geniais as interpretações do Colin Firth, no papel do filho do Jorge V, e do Geoffrey Rush, terapeuta da fala australiano que é contratado para o ajudar. A história desenvolve-se a bom ritmo. Tem momentos de humor qb. Adorei a cena em que, numa das sessões de tratamento, Bertie desata a dizer palavrões num claro momento de libertação. Creio que irá ficar na memória de todos quantos assistiram ao filme. É engraçado como todos torcemos com ele em cada palavra. Como o ajudamos mentalmente. Isso é o melhor que pode acontecer numa sala de cinema. Esquecermo-nos do mundo real e “entrarmos” de corpo e alma na história que estamos a ver. E a vive-la. Eu senti-me na sala onde já na qualidade de rei, Bertie faz o discurso. E, tal como todos os outros, suspirei de alívio com o sucesso. Só não bati palmas. Era um pouquinho demais. :) Em resumo, amei! :)

Anúncios

Uma opinião sobre ““Discurso do Rei””

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s